Idosos apresentam teatro sobre Lampiao e Maria Bonita no CCI Oeste

A peça reúne 17 idosos que participam das atividades da Casa das Fases; uma das senhoras conheceu Lampião em sua infância em Pernambuco

27985

Uma peça de teatro promovida pelo grupo Casa das Fases vai contar a história de amor entre o lendário cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, e sua companheira Maria Bonita. Apresentado pela primeira vez, o espetáculo é todo feito por idosos e será atração no Centro de Convivência para Pessoas Idosas (CCI) da região Oeste, amanhã (13), às 14h30. O CCI Oeste fica na rua Serra Pedra Selada, 111, Jardim Bandeirantes. O trabalho desenvolvido conta com apoio da Secretaria Municipal do Idoso e têm patrocínio do Prêmio Asas II, do Ministério da Cultura.

Segundo o diretor da Casa das Fases, Devanil Girotto, a peça é resultado das oficinas teatrais com os idosos realizadas desde março deste ano. “No decorrer das oficinas, após etapas de pesquisas e ao descobrir que uma das idosas conheceu Lampião em sua infância, decidimos montar a peça”, conta. A idosa em questão é Maria Soares de Jesus, de 78 anos, que tinha quatro de idade quando morava com os pais na pequena cidade de Bodocó, no interior de Pernambuco. Segundo conta, o rei do cangaço passava na fazenda que era administrada pelo seu pai pedindo para fazer almoço e lavar roupas sujas de sangue, tudo isso acompanhado sempre de Maria Bonita.

Ao todo, participam do teatro 17 idosos que representam em cena a história de Lampião e Maria Bonita. A peça foi elaborada por José Henrique Bernardi, conhecido como Rique, fundador e ex-diretor da Casa das Fases, que faleceu no início de outubro, aos 46 anos. Rique desenvolveu diversos trabalhos teatrais com idosos através do grupo, que, com mais de 25 anos de existência, já levou peças a vários países do mundo.

fonte: N.Com Prefeitura de Londrina

Anúncios

Uma resposta para “Idosos apresentam teatro sobre Lampiao e Maria Bonita no CCI Oeste

  1. Janete Ortiz ⋅

    Tive o prazer de conhecer e participar por três meses dos ensaios desta peça, onde conheci o Rique e o Devas. Por motivo de viagem ao exterior, não participei da apresentação. Hoje ao entrar no site para ver fotos do grupo, li a triste notícia do falecimento do Rique. Quero deixar aqui registrado o meu pesar pela perda de tão maravilhosa pessoa. Um grande abraço aos participantes do grupo e ao Deva em especial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s