Dona Maria se lembra dos tempos de Lampiao

Imagem

 

Fabio Luporini/JL

 

É dos canfundó de Bodocó, como diz a música de Luiz Gonzaga, que vêm as memórias e lembranças, algumas boas outras terríveis, do rei do cangaço, Virgulino Ferreira da Silva, conhecido como Lampião. Maria Soares de Jesus tem hoje 78 anos, mas tinha 4 quando morava numa fazenda administrada pelo pai na cidadezinha de Bodocó, no interior de Pernambuco. Por lá, Lampião passava mandando fazer almoço e lavar as roupas, sempre acompanhado por Maria Bonita. A história toda vai virar peça de teatro porque dona Maria participa, desde o início do ano, de uma oficina para idosos, do grupo Casa das Fases.

“Minha mãe, quando casou com meu pai, foi morar numa fazenda em Bodocó, em Pernambuco, onde meu pai foi administrador durante 30 anos”, lembra. Era por lá que o nome de Lampião vez em quando fazia as crianças terem medo, entre elas Maria Soares de Jesus. “Ali o mato era a caatinga. E o Lampião ia se esconder no mato. Quando alguém dizia que ele estava pela caatinga, a gente começava a chorar e a mãe colocava a gente no quarto. O povo não saía de casa, tinha medo dele.”

Oficina ensina técnicas de teatro a idosos

A história de Maria Soares de Jesus está sendo ensaiada para virar uma peça teatral na oficina promovida pelo grupo Casa das Fases. “Somos um ponto de cultura e vencemos o Prêmio Asas do Ministério da Cultura para desenvolver atividades culturais com idosos”, conta Fabrício Borges, produtor cultural. O valor do edital é de R$ 80 mil. O projeto é realizado em dois Centros de Convivência do Idoso, um no Jardim Bandeirantes e outro no Jardim Interlagos. Participam entre 25 e 30 idosos. Serão produzidas ainda outras atividades: uma rádio web, um curso de coral e três curtas com as histórias dos idosos participantes. Há ainda a realização de cineclubes, uma vez por mês. Na semana passada foram 50 pessoas. “Trabalhamos com técnicas teatrais para promover a autoestima. Não é curso para ator, é para quem não tem experiência de teatro”, explica Fabrício. A oficina vai até outubro. A Casa das Fases fica na R. Serra Pelada, 111, Jardim Bandeirantes.

Fonte: http://www.jornaldelondrina.com.br/cultura/conteudo.phtml?id=1466874